Neto de português precisa fazer a transcrição de casamento do avô para obter a cidadania portuguesa?

Sou neto de português, preciso fazer a transcrição do casamento do meu avô para obter a cidadania portuguesa?

O cidadão português que casou no estrangeiro perante as autoridades locais deve transcrever o seu casamento no registo civil português de modo a passar a constar o seu casamento em Portugal. Se o cidadão português não o fez, isso refletirá no processo de atribuição da nacionalidade portuguesa para netos.

No processo de atribuição da nacionalidade portuguesa para netos, o requerente deverá juntar, entre outros documentos, a certidão de nascimento do próprio pai, que é o filho do português, sendo provável que conste nesta certidão a menção de que seu avô (o português) é casado, desta forma, as conservatórias exigem que antes do processo de atribuição da nacionalidade portuguesa seja necessário a transcrição do casamento do avô português.

Meu avô não é mais vivo, ainda é possível requerer a transcrição do casamento dele?

Sim. Qualquer interessado pode requerer esta transcrição e a qualquer tempo.

Onde requerer a transcrição?

No consulado ou em qualquer conservatória de registo civil em Portugal.

Quais os documentos necessários?

1) Certidão de casamento estrangeira devidamente apostilada;

2) Fotocópia autenticada da convenção antenupcial (se tiver houver);

3) Certidão de nascimento se algum dos nubentes for estrangeiro;

Se as certidões estiverem em língua estrangeira devem ser traduzidas e certificada a sua tradução por tradutor juramentado.

Ficou com alguma dúvida ou quer saber se o seu caso especificamente se encaixa em alguma dessas definições?
Quer saber se tem direito a Nacionalidade Portuguesa? Entre em contato com nosso time de especialistas e inicie seu processo!
 

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email